Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2015

Resenha: Holy Avenger, de Marcelo Cassaro e Erica Awano

Se passando no mundo de Tormenta, o maior RPG do brasil,"Holy Avenger" surgiu no inicio dos anos 2000 e se tornou a revista em estilo mangá mais popular do país numa época em que muitos outros autores investiam no estilo.

Leituras de Setembro + Book Haul

O mês de setembro de 2015 acabou já tem anos,mas,como diria Carlos Drummond de Andrade,"Antes postar o video de leituras e book haul de setembro 17 dias depois do fim do mês do que não postar nunca". Então aí vai:

"Juninho Play e Família",Novo Desenho de Samantha Schmutz

Como não se lembrar de Juninho Play? O carioca baixinho e cheio de gírias interpretado por Samantha Schmutz nos bons tempos do programa Zorra Total ganhou popularidade e ficou no ar durante anos. Agora,ele ressurge no desenho "Juninho Play e Família",produzido pela própria Samantha e feito num estúdio de animação de renome.

Primeiras Impressões: "O Espadachim de Carvão e As Pontes de Puzur",de Affonso Solano

"O Espadachim de Carvão" foi uma das primeiras fantasias que eu li e , depois dele, me tornei um leitor assíduo. Recentemente, o Affonso Solano lançou a sua continuação,"As Pontes de Puzur", e tive a oportunidade de encontrá-lo num festival aqui em Salvador e, depois do meu livro devidamente autografado, iniciei esta leitura e venho contar para vocês.

"Top Nos Falsete" e "Senhora Volta Aqui",os Melhores Games Que o Mundo Já Viu

A internet é uma das maiores invenções do homem,mas,de vez em sempre,topamos com videos bizarros e nos perguntamos o que se passa na cabeça de quem os protagonizou. A novidade é que dois dos maiores memes dos últimos tempos acabam de se tornarem games para Android.

Resenha: Deus é Meu Camarada, de Cyril Massarotto

O livro a ser resenhado hoje é "Deus é Meu Camarada", de Cyril Massarotto. Há tempos andava interessado em lê-lo (totalmente influenciado pela Mari do Triplo Books), finalmente o fiz e hoje venho dividir minha experiência com vocês. 

O nosso protagonista sem nome tem 30 anos, trabalha num sex shop e só tem um amigo, que também é seu chefe. Portador de um passado meio desagradável, ele acha que essa vidinha mais ou menos basta, até que Deus entra na sua vida (que gospel, né, gente?) e mostra que ele pode ter muito mais. A partir do momento em que Deus se torna seu melhor amigo, a vida do protagonista vira. Ele conhece o amor de sua vida, consegue um bom emprego e muda seu conceito de felicidade.


Além de mostrar uma outra imagem de Deus, bem diferente daquele ser superior que todos nós imaginamos, o livro é hilário e emocionante. Os encontros do protagonista com ele se tornam cada vez mais engraçados, Deus é muito zoeiro, mas vai ter um momento em que a gente vai ver ele falando…