Pular para o conteúdo principal

Um Livro Para Cada Estação do Ano



 Hoje, venho fazer o que é mais ou menos uma TAG chamada "Quatro Estações" que,se não existia,eu acabei de criar e consiste em recomendar quatro livros,um para cada estação do ano. Que os jogos comecem!


 Na primavera os floricultores dispensam o fornecedor e saem pra buscar mercadoria em qualquer canto próximo,e ,sendo esta uma estação florista,vou escolher um dos poucos romances que já li e que gostei,estou falando de "Todo Dia",de David Levithan. O livro conta a história dum ser,o A,que cada dia toma o corpo de alguém emprestado e mesmo que o final não tenha sido dos melhores,não comprometeu o geral do livro,que foi muito bom.




 Com o verão vem o calor e a ostentação do corpo conquistado à base de muito Ruffles e Netflix durante o resto do ano. O dia está bonito e,caso você tenha uma vida,vai querer ler algo leve e curto. "Minha Mãe é Uma Peça" é a pedida certa. Além de ser um livro que tem como o unico objetivo entreter,ele tem letras grandes e você pode terminá-lo durante uma tarde de domingo (como aconteceu comigo) e certamente vai tomar-lhe boas risadas. A essência de Dona Hermínia foi mantida e duvido que você não se pegue rindo sozinho em seu quarto.



 "O Outono é sempre igual,as folhas caem no final",já dizia uma poetisa. E é nesse clima de folhas caindo no final e deixando as arvores secas que te indico "Mentirosos",da E. Lockhart. Apesar de se passar no verão,ele vai te devastar demais para que você consiga sair e curtir o Beach Park,então segue o conselho do tio. O livro é bastante surpreendente e é tentador soltar um spoiller ao falar sobre ele,mas quanto menos o leitor souber,melhor será esta leitura. Este é o motivo de ainda não ter preparado uma resenha ou coisa do tipo. Melhor ainda,não lê nem a sinopse fornecida no próprio livro. Ah! E a produção acabou de me avisar pelo ponto eletrônico que este livro vai virar filme,então acaba de ler esse post e corre.













Para o inverno,eu escolhi um livro que se passa no natal e ,além de ter aquele clima nevado que você nunca vai sentir se não juntar dinheiro e viajar pra gringa,"Annie",de Thommas Meehan,conta a história da personagem titulo que sofre maus tratos no orfanato onde vive com outras meninas e espera ansiosamente pelo retorno de seus pais. O livro mostra essa garota que passa por várias dificuldades,mas nunca perde o bom humor, e personagens bem humorados me conquistam. O livro é muito terno e vai ser um bom complemento para um cobertor e um chocolate quente.






 Quem quiser saber um pouco mais sobre os livros,pode clicar neles e serão direcionados às resenhas. Caso eu ainda não tenha feito uma resenha para o livro,seu computador irá explodir não vai rolar nada '-'. Enfim,espero que tenham curtido o post e que deem uma chance para pelo menos um destes livros (se for escolher um,escolha mentirosos,pelo amor de deus!).


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop,a Verdadeira História

Apesar de não estar no ar em nenhuma animação no momento, Betty Boop é certamente uma das personagens de cartoon mais populares do mundo. Ela está por toda a parte, canetas, camisetas de times de futebol e até tatuagens de senhoras de meia idade. Mas qual a sua origem?

Inês, um retrato do Brasil

Em 2012, outro vídeo viralizava na internet. O que parecia ser só mais um meme passageiro trouxe a público uma personalidade pitoresca do país, que acabou por despertar simpatia em milhões de pessoas. Este alguém em questão é Inês Tânia Lima da Silva, mais conhecida pelo nome artístico de Inês Brasil, que, com um vídeo de inscrição para um popular reality show, viu nascer o sonho de uma carreira musical que a tirou da prostituição.

O Que Houve com Laurie Forman de "That's 70 Show"?

"That's 70 Show" é uma das sitcoms de maior sucesso já produzidas. A série era centrada num grupo de amigos do Wisconsin que, diante das poucas opções de entretenimento da época em que a história se passa, gastava seus dias reclamando da vida no porão de Eric, protagonista do seriado. A irmã mais velha dele, Laurie, foi crescendo na história até fazer parte da turma. Mas, na metade da série, a personagem sumiu abruptamente.