Pular para o conteúdo principal

Resenha: 'Minha Mãe é Uma Peça — O Livro',de Paulo Gustavo


 Hoje, venho resenhar um livro que muito esperei. Este é o resultado de quando dão um computador com Microsoft Word pruma dona de casa revoltada e foi chamado de "Minha Mãe é Uma Peça". O livro é escrito pelo comediante Paulo Gustavo, não é uma maravilha da literatura nacional, mas pode te distrair e te arrancar boas risadas.

 Depois de berrar com os filhos na televisão, no teatro e nos cinemas, Dona Hermínia, ou melhor, Paulo Gustavo, seu criador, resolveu partir para a literatura. Em "Minha Mãe é Uma Peça, o Livro", D. Hermínia solta o verbo sobre viagens, sexo, preconceito, boa alimentação e ainda te ensina a como não morrer do coração com dois filhos preguiçosos. Uma não para de assaltar a geladeira, outro não quer trabalhar e só passa a vida decorando as coreografias da "Cebion".

 Quem acompanha o trabalho do, agora, autor vai reparar algumas piadas familiares durante o livro. Dona Hermínia pode ser vista há tempos no 220 Volts, do canal pago Multishow, e algumas das citações podem ser encontradas no livro, mas isso não muda o fato de ele ser divertidíssimo.


 Pensei em como isso seria um novo desafio para o Paulo Gustavo, mas percebi que não. Seus textos são sempre muito bons, e o livro acaba sendo um copilado de seus textos. Se for com boas expectativas para lê-lo, nem vai se decepcionar e nem superá-las, o livro é bem parecido com o que o ator vem mostrando em seus últimos trabalhos. Acabamos até nos sentindo em frente á TV ouvindo as opiniões da Dona Hermínia, como acontecia com o 220 Volts, diante disso, não se pode fazer uma grande avaliação do livro, até gostaria de saber se a literatura se tornará um interesse do P.G. daqui pra frente, pois gostaria muito de ver como este se sairia num outro tipo de narrativa. 



 Enfim, O que importa é que pode nos oferecer boa distração e momentos divertidos numa tarde de domingo. Espero que tenham curtido o post, que (como sempre digo) deem uma chance ao livro e que o P.G. ainda lance o "Minha Mãe é Uma Peça 2" nos cinemas.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop,a Verdadeira História

Betty Bopp hoje é muito conhecida por: Ter a cara em canetinhas, aparecer em camisas de times, e ser uma das tatuagens mais pedidas. Mas ela nasceu nos anos trinta, criada e produzida por Max Fleischer, ela primeiro apareceu em tirinhas, mas logo apareceu em series de curta-metragens. Considerada a personagem de desenho animado mais conhecida no mundo, no começo ela foi criada como um personagem secundário, gordinha e com orelhas de cachorro poodle, onde o personagem principal era o cãozinho BIMBO. Então de "cachorrinha" secundária do Bimbo, ela virou uma dançarina provocante e o Bimbo se tornou um personagem secundário do seu desenho, as orelhas viraram grandes brincos e ela seguiu.

Inês, um retrato do Brasil

Em 2012, outro vídeo viralizava na internet. O que parecia ser só mais um meme passageiro trouxe a público uma personalidade pitoresca do país, que acabou por despertar simpatia em milhões de pessoas. Este alguém em questão é Inês Tânia Lima da Silva, mais conhecida pelo nome artístico de Inês Brasil, que, com um vídeo de inscrição para um popular reality show, viu nascer o sonho de uma carreira musical que a tirou da prostituição.

O Que Houve com Laurie Forman de "That's 70 Show"?

"That's 70 Show" é uma das sitcoms de maior sucesso já produzidas. A série era centrada num grupo de amigos do Wisconsin que, diante das poucas opções de entretenimento da época em que a história se passa, gastava seus dias reclamando da vida no porão de Eric, protagonista do seriado. A irmã mais velha dele, Laurie, foi crescendo na história até fazer parte da turma. Mas, na metade da série, a personagem sumiu abruptamente.