Pular para o conteúdo principal

Resenha: Mulher Gato e Vampirella - As Fúrias



 A resenha de hoje tá girl power? Tá. Nesta HQ, é promovido o encontro da Mulher Gato, grande conhecida do publico, e de Vampirella, vampira extraterrestre do planeta Draculon que possui bem menos popularidade. Em "Mulher Gato e Vampirella - As Fúrias", essas duas personagens se unem, temporariamente, para livrar Gotham de uma ameaça desconhecida.



 Seguindo uma trilha de sangue e roubos envolvendo artefatos com referencias felinas, Vampirella chega á cidade de Bruce Wayne e, assim como toda a policia, passa a suspeitar da Mulher Gato. Nossa vampira vai ao encontro da ladra, atacando-a, mas ambas percebem que estão lidando com uma fera diferente de todas que já assombraram Gotham. Falando em Bruce, o Pinguim também se mostrará envolvido na trama.

 Idealizada por Forrest J. Ackerman nos anos sessenta, época em que a liberdade sexual feminina era abordada com sucesso por outras personagens como Barbarella, a vampira de Draculon até hoje, quando vista, está envolvida em histórias eróticas. "Mulher Gato e Vampirella", apesar de alguns fatores incômodos, é muito válida por, além de promover esse crossover impar, mostrar um pouco do potencial da personagem como heroína de histórias serias.


 Publicada em 1997, o traço dessa história em quadrinhos é bem característico da virada dos anos 
noventa para os dois mil, não que isso incomode...Ah! Vale muito pontuar o humor da Mulher Gato nessa história. Preocupada em limpar seu nome diante da policia de Gotham City, a felina faz alguns comentários hilários. 

 Felizmente, eu não fui o único a ver esperança por trás da objetificação. A Dynamite Entertainment acaba de lançar uma nova serie de quadrinhos com uma Vampirella totalmente repaginada. Me cabe torcer para que lhe escrevam histórias à altura de seu potencial e logo as lancem por aqui.

Comentários

  1. Que massa tu lendo e resenhando quadrinhos, menino muito eficiente!
    Não tinha ouvido falar dessa personagem ainda, mas ela me deixou bem curiosa :)
    Queria só passar aqui pra dizer que eu tô voltando a escrever também [ALELUIA] e que o Conexão Mista tá listado lá no BLOGROLL ♥☺ um beijão pra tu e até breve!

    @blogelaescreveu - panfletando pq sou dessas kkkkkkkk

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop,a Verdadeira História

Betty Bopp hoje é muito conhecida por: Ter a cara em canetinhas, aparecer em camisas de times, e ser uma das tatuagens mais pedidas. Mas ela nasceu nos anos trinta, criada e produzida por Max Fleischer, ela primeiro apareceu em tirinhas, mas logo apareceu em series de curta-metragens. Considerada a personagem de desenho animado mais conhecida no mundo, no começo ela foi criada como um personagem secundário, gordinha e com orelhas de cachorro poodle, onde o personagem principal era o cãozinho BIMBO. Então de "cachorrinha" secundária do Bimbo, ela virou uma dançarina provocante e o Bimbo se tornou um personagem secundário do seu desenho, as orelhas viraram grandes brincos e ela seguiu.

Inês, um retrato do Brasil

Em 2012, outro vídeo viralizava na internet. O que parecia ser só mais um meme passageiro trouxe a público uma personalidade pitoresca do país, que acabou por despertar simpatia em milhões de pessoas. Este alguém em questão é Inês Tânia Lima da Silva, mais conhecida pelo nome artístico de Inês Brasil, que, com um vídeo de inscrição para um popular reality show, viu nascer o sonho de uma carreira musical que a tirou da prostituição.

O Que Houve com Laurie Forman de "That's 70 Show"?

"That's 70 Show" é uma das sitcoms de maior sucesso já produzidas. A série era centrada num grupo de amigos do Wisconsin que, diante das poucas opções de entretenimento da época em que a história se passa, gastava seus dias reclamando da vida no porão de Eric, protagonista do seriado. A irmã mais velha dele, Laurie, foi crescendo na história até fazer parte da turma. Mas, na metade da série, a personagem sumiu abruptamente.