15 setembro 2015

Resenha:"Dercy de Cabo a Rabo",de Maria Adelaide Amaral



 Hoje,venho resenhar "Dercy de Cabo à Rabo", a biografia da rainha da comédia brasileira e um livro do qual muito gostei.

 Dercy queria muito ser biografada, mas esta não tinha grande apreço por jornalistas e escritores. Dos primeiros por sempre a terem atendido com dez pedras nas mãos, sempre prontos a fazerem uma critica negativa aos seus espetáculos, e dos escritores por achá-los esnobes. Até que, durante a gravação duma novela, a comediante conheceu Maria Adelaide Amaral e a convidou para que escrevesse sua biografia.

 O livro é narrado pela própria Dercy, que contou suas memórias para Maria Adelaide, e esta só fez organizá-las. Acho que isso torna o livro uma especie de autobiografia escrita por outra pessoa. E isso funcionou muito bem, tudo o que é dito parece ter realmente saído da boca da atriz.

 A história começa com Dercy se definindo e segue contando suas desventuras em Madalena, sua cidade natal. Cansada de ser traída e maltratada pelo marido, sua mãe fugiu de casa quando Gonçalves ainda era criança. Os anos que viriam após sua fuga não seriam fáceis para a então Dolores. Por ser descendente de negros e ter este jeito espevitado que o país conheceu, Dercy não era aceita pelas famílias de sua cidade. Taxada de puta desde quando não sabia o que era sexo, só viu sua sorte mudar depois que uma companhia de teatro passou por sua cidade, e esta fugiu logo em seguida, atrás deles.

 Dercy iniciou a carreira como cantora, e esta sempre disse que tinha uma linda voz, mas, depois de passar por uma tuberculose, perdeu a voz e descobriu a comédia.

 Muitos tinham a imagem de velha desbocada que falava palavrão nos programas de televisão, e "Dercy de Cabo à Rabo" vem para provar que ela foi muito mais que isso. Vamos conhecer a estrela do teatro, do cinema, onde teve algumas ótimas experiências (recomendo muito. Lá, Dercy não podia falar palavrões, o humor ficava pelo olhar, gestos, entonação...), e da televisão. Vamos conhecer até a mãe de Decimar, que a educou do modo mais tradicional possível e dizendo: "Você tem que ser mais direita do que as outras,porque você é filha de Dercy Gonçalves!".

 Uma dificuldade que a escritora diz ter tido, foi que Dercy contava a mesma história várias vezes e de modo diferente. E, quando perguntada qual colocar no livro, ela só dizia: "a que você achar melhor,porra!". Talvez, algumas destas versões estejam na minissérie "Dercy de Verdade", da Globo, que apresentou a verdadeira (ou quase) Dercy ao público.

 Ah,vale lembrar que a edição é linda, especialmente esta que tenho.



 Esperam que tenham curtido e deem uma chance à história da Dercy. Caso deseje, pode conferir o post de primeiras impressões que fiz quando ainda estava lá pela página 176.

10 comentários:

  1. Uau, eu amei.
    Não leria o livro porque não sou chegada numa biografia.
    Mas pra quem gosta eu super indico.
    Grandes ícones tendem a ter biografias maiores ainda, e conhecer Darcy por traz das câmeras deve ser maravilhoso.

    Só fiquei com uma dívida no trecho:
    Vamos conhecer até a mãe de Decimar,que a educou do modo mais tradicional possível e dizendo: "Você tem que ser mais direita do que as outras,porque você é filha de Dercy Gonçalves!".
    Era "vamos conhecer a mãe decimar" ou "a filha de decimar"?
    Não entendi

    Bjs
    Tay do let it shine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii,Tay do Let It Shineeeee! A Dercy foi um ser humano incrível mesmo. Ah,sobre o trecho no qual ficou em duvida. A mãe de Decimar é a própria Dercy,que,por ser tão mal vista desde pequena,educou sua filha da forma mais rígida possível,para que esta fosse vista como "Moça direita".

      Excluir
  2. Olha eu sou do tipo que lê pouca Biografia.
    A única que li até agora foi da Miley Cyrus para você ter uma ideia.
    Tenho até o da Demi Lovato na minha estante e agora quero ler o do Luan Santana porque gosto do trabalho dele sabe? Mas o da Darcy deve ser muito legal. Ela era engraçada com o seu linguajar e tudo mais. Foi tão triste quando ela se foi, mas fiquei sabendo que a vida dela foi uma batalha para chegar onde chegou. Espero poder ler qualquer dia o livro, porque me parece muito interessante. Acho que iria adorar viu?

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/09/resenha-vou-lhe-mostrar-o-medo.html

    ResponderExcluir
  3. Olá! Eu gostava da atriz, mas não sei se leria o livro, biografias não faz lá o meu estilo.
    Ela era daquelas que se for pra falar que fale na cara e eu gosto disso, sou praticamente assim, mas com alguns poréns na história.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Não sou muito fã de biografias e nem da Dercy.
    Então não é um livro que leria! sorry"

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Não sabia que ela tinha uma biografia, quero muito ler porque adorava o jeitão 'feminino' dela hahahaha. Ela era diva <3
    É muito legal saber mais dos 'famosos' que a gente gosta, e tenho certeza que vou gostar de conhecer mais a história dela

    ResponderExcluir
  6. Dercy sempre foi assim.
    Impaciência é o nome dela kkk.

    Não leio biografias de pessoas super famosas, só se forem cientistas e filósofos.

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie! ;)
    Só pelas fotos da edição já pude perceber que é realmente uma edição linda! Não sou lá muito fã de biografias, mas essa eu leria com corteza não apenas pela edição, mas também para conhecer melhor a Dercy, ela parece ter uma história linda e muito forte.

    Abraço e até! ^^
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bom?
    Adoro biografias e tenho admiração pela carreira da Dercy. Gostei muito desse livro e não sabia que ele tinha sido escrito dessa forma, mas fiquei interessada nele.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Fala Conectados :D
    Esse livro realmente combina muito com você. Não conheço muito a história da Dercy, apenas o básico mesmo e sua história parece ser muito interessante e engraçada. Mas não sei se leria porque não o tipo de livro que eu curto.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir