Pular para o conteúdo principal

Quem foi Edward Colston, cuja estátua foi jogada no rio por manifestantes antirracistas?

Manifestantes derrubam estátua do traficante de escravos Edward ...

Desde que George Floyd foi assassinado por um policial, nos Estados Unidos, a revolta antirracista se espalhou por todo o mundo. Hoje, na Inglaterra, manifestantes derrubaram uma estátua, jogando-a no rio que corta a cidade de Bristol, logo depois. O memorial foi erguido em homenagem a Edward Colston, em 1895.

Edward Colston.jpgO homem nasceu na cidade e construiu um negócio lucrativo, comercializando óleo, vinho, frutas e, posteriormente, pessoas. Em 1680, Edward se tornou membro da Companhia Real Africana, organização que tinha o monopólio do comercio inglês com a Costa Oeste da África, negociando ouro, prata, marfim e africanos para serem escravizados no Caribe e Américas, com uma alta taxa de mortalidade durante as viagens.

Edward Colston chegou ao cargo executivo mais alto da empresa e, durante o período em que lá esteve, estima-se que 84 mil homens, mulheres e crianças foram sequestrados de sua terra e transportados com o objetivo de exercer trabalhos forçados. 19 mil africanos morreram no caminho, enquanto o traficante de escravos conquistava fortuna.

Statue of Edward Colston - WikipediaMais tarde, se tornou membro da Sociedade de Empreendedores Comercias de Bristol, ainda comercializando açúcar produzido por pessoas escravizadas. Religioso e conservador, Edward Colston doou dinheiro para igrejas, além de escolas e instituições beneficentes. A estátua foi erguida em sua memória, como agradecimento ao seu apoio financeiro, ignorando a origem do dinheiro através do qual ele conquistou a imagem de grande benfeitor da cidade de Bristol.

A discussão em torno da estátua teve inicio nos anos noventa, quando alguém rabiscou o texto escrito em sua homenagem, retirando uma das profissões pela qual fez fortuna e escrevendo "comerciante de escravos".

Foram anos de discussão envolvendo a possibilidade de retirada da estátua, sem sucesso, até que, neste domingo, manifestantes antirracistas finalmente derrubaram o simbolo escravagista, pintando de vermelho (em referência ao sangue dos que se foram em virtude do tráfico de negros) e jogando-o no porto de Bristol.

Manifestantes derrubam estátua do traficante de escravos Edward ...

Vale lembrar que, infelizmente, muitos conservadores ainda veem a trajetória do traficante como positiva, e que seu nome está espalhado por toda a cidade, em escolas, ruas e avenidas.

A notícia ainda mais triste é que símbolos de um passado que não deve ser glorificado também existem aos montes no Brasil. Espero que não por muito tempo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop, a Verdadeira História

Apesar de não estar no ar em nenhuma animação no momento, Betty Boop é certamente uma das personagens de cartoon mais populares do mundo. Ela está por toda a parte, canetas, camisetas de times de futebol e até tatuagens de senhoras de meia idade. Mas qual a sua origem?

Inês, um retrato do Brasil

Em 2012, outro vídeo viralizava na internet. O que parecia ser só mais um meme passageiro trouxe a público uma personalidade pitoresca do país, que acabou por despertar simpatia em milhões de pessoas. Este alguém em questão é Inês Tânia Lima da Silva, mais conhecida pelo nome artístico de Inês Brasil, que, com um vídeo de inscrição para um popular reality show, viu nascer o sonho de uma carreira musical que a tirou da prostituição.

De Irmã de Kennedy a Ator de Hollywood: Vítimas Famosas da Lobotomia

Você tem depressão, alguma fobia ou questão psicológica? E se o seu médico receitasse a retirada de uma parte do seu cérebro como tratamento? Pode parecer bizarro, mas esta era uma prática comum no começo do século XX, chamada de Lobotomia. A intervenção cirúrgica desenvolvida pelo médico português António Egas Muniz perdeu popularidade por transformar os pacientes em verdadeiros vegetais quando não os levava à morte. À seguir, tratamos sobre algumas figuras conhecidas que foram vitimas do procedimento.