25 junho 2015

Resenha: Todo Dia,de David Levitan

 Depois de muito prometer,finalmente venho com a resenha de Todo Dia, do autor David Levithan.

 O livro conta a história do A,um ser que todo dia toma a vida de alguém emprestado. Não importa gênero,personalidade ou qualquer outro fator,A passará um dia naquele corpo e de lá será arrancado ao fim dele. Tem sido assim,até que este foi parar num corpo dum namorado babaca e conheceu e se apaixonou por Rhianon (que eu e todo o resto do mundo chamamos de Rihana). À partir daí,as prioridades de A mudam e este se torna capaz de arriscar tudo,até sua identidade,para poder encontrá-la e fazer esta relação dar certo.
 O livro é classificado como romance,um estilo que não aprecio nem costumo ler,mas me agradou muito e entrou para a lista dos melhores deste ano. Eu só me interessei porque a premissa era mesmo muito interessante,mas acabei torcendo muito pelos protagonistas. "Todo Dia" é muito interessante e mostra bastante a importância de se colocar no lugar do outro,mesmo que literalmente.
 Com essa sinopse louca e interessantíssima,eu tinha certeza de que era um livro pra ser favoritado e ter cinco estrelas,foi quando veio o final e eu percebi que ele era um quatro estrelas mesmo. Não que seja um daqueles livros cujo o final importa enormemente,e eu até sei que aquele era o final certo para se ter,mas eu sou um rapazinho egoísta e não gostei. Isso não mudou muito no fato de eu ter amado o livro extremamente.

 Enfim,espero que tenham curtido e deem uma chance ao livro,você não vai se arrepender.



Nenhum comentário:

Postar um comentário