12 janeiro 2015

Resenha: O Espadachim de Carvão


  Hoje venho para fazer minha segunda resenha literária. O livro de hoje é nacional e uma das aventuras mais fantásticas em que um leitor pode entrar. Falo de "O Espadachim de Carvão",do Affonso Solano. Lembra que falei que ia fazer alguns post's com versão escrita e em video? Pois. Este é o primeiro.



 O livro conta a história de Adapak,que é filho dum dos deuses criado por Affonso Solano. Porém,nem sempre foi assim. Em seus primeiros anos,o espadachim foi acolhido como um filho pelo casal Barutir e  Nafaela,até ser entregue a quem parece ser seu pai: O deus Enki Nar. O jovem espadachim,que até então,pouco tinha saído dos arredores da casa que lhe dava quase tudo que precisava,vê o "mundo" que conhecia cair. Adapak passa a fugir do grupo assassinos que invadiu a ilha onde vivia...Mas porque? Quem são? E...o que é ele? Essas perguntas são feitas pelo Adapak,e por nós mesmos.


 "O Espadachim de Carvão" se passa no passado e no presente do protagonista,que sai em busca de respostas,mas acaba indo de encontro a velhos amigos...Que já não são tão amigos assim.


Vale parabenizar o autor,que além de criar personagens bem construídos,criou uma ótima história e um novo mundo. Em Kurgala não existem anos,mas ciclos. Não existem metros,mas cascos. Muitas especies vieram direto da imaginação de Affonso,algumas são até complicadas de imaginar,mas isso não atrapalha o quão dentro da história você está. Vi uma resenha em video,onde a moça falava que o fato do mundo ser muito "construído",não tê-la agradado. A mim isso não incomodou,pelo contrário.


 O efeito surpresa e a ação que vem logo depois dele,são dois motivos para não desgrudar do livro até terminar. Nem todos os autores tem facilidade de descrever bem e transmitir a devida emoção numa cena de ação. Nos quadrinhos,com imagens para reforçar,para o leitor é mais fácil de imaginar,já no caso dos livros... Enfim,isto não acontece ao Affonso. Me peguei em diversos momentos meio nervoso,pensando "Como esse cara vai sair dessa?!".

  Outros livros irão narrar as aventuras do Espadachim de carvão e serão lançados breve. Algo interessante é que Adapak cita várias vezes livros duma dupla de aventureiros. Muitos fãs torcem para que Affonso Solano o publique,sou um deles. Minhas maiores considerações você pode conferir abaixo:



 Personagem favorito: Adapak
 Personagem menos favorito: Tarish
 Página preferida: 249

 Curtiu? Se interessou pelo livro? Para comprar,clique AQUI.

Nenhum comentário:

Postar um comentário