07 agosto 2014

Video Brinquedo,a Mestra da Animação Genérica

 

 Cristo. Nunca passei tanto tempo sem bloggar e vocês não imaginam a baita crise de abstinência que rolou por aqui. Sabe o que é mais surpreendente que alguém ler esta coisa aqui? Alguéns continuaram acessando este lugar enquanto nada de novo era postado. Isso aí,as visualizações não caíram. Agora que falamos da loucura de vocês,vamos falar da de certa produtora de animações...

 Sabe quando você pede um DVD do "Ratatouille" da Disne pros seus pais e eles aparecem com um "Ratatoing" da Video Brinquedo? Ou então ao invés de "Transformers" te aparece um "Gladiformers"? Sabe o fundo do balaio de DVD's das Americanas? É dele que estamos falando.

 Conhecida como a produtora mais preguiçosa e barata do mundo,a Video Brinquedo tem um acervo grande de animações para DVDs,sendo muitos deles "próprios". A ideia central é relançar ideias da Disney com produções de baixo custo (e qualidade). Eles dizem que só entraram numa onda que já vinha dando certo,repara (OBS.: Todos lançados no mesmo ano da produção da Disney):






















  Abelhinhas virou uma especie de serie que ganham espaço em bons canais como o Zoo Moo,que prezam por produções nacionais,mas não no que põem na grade.




 Gladiformers...este eu prefiro não comentar...



 Este aqui até peça de teatro virou,plágio? Claro que não! Tudo muda quando se põe o nome no diminutivo.



 Ratatoing virou piada fora do país. Sim. Eles tem coragem de vender isto até fora do país. Este DVD até eu tive,pedi o Ratatouille e minha mãe me trouxe Ratatoing,joguei na parede com muita animação.




Como alguém diz que isso é plagio? Em um a casa é levada por bexigas,noutro é por um balão!

 Sabe qual a produção mais original da empresa? A "Escola de Princesinhas",que também ganha espaços na TV. As princesas são originalissimas:

Cindy (uma prima pobre da Cinderela).

Bianca (uma prima pobre da Branca de Neve).







Zade (prima pobre da Jade,parente distante da Jasmin).

 Iriá (parente africana da Princesa e o Sapo).


Essa eu não conheço,mas sei que é  uma prima muito louca da Mulan que jogou um crepom na cabeça.








 Mas o melhor de tudo são as professoras da escola,que são a Madame Drástica e a Pró Bela:
(Não se assusta,ela é a pró boazinha)


 No mesmo ano que a Disney lançou "A Princesa e o Sapo",a Video Brinquedo lincenciou um filme originalíssimo chamado... "A Princesa e o Sapo". Este contava a história de Iriá adula e viria a ser mais uma produção de baixa renda (e qualidade) e custo. A Disney não havia se manifestado até o lançamento de "Valente",que já tinha ganhado uma "versão" da Brightspark Production Ltd,que logo viria a ser licenciada pela Video Brinquedo. A versão original se chama Brave e da produtora se chamava Braver...tipo valente e valentia. Olha só:


 Os DVD's lá fora custam pouco menos de dez reais,como aqui Brasil,enganando e confundindo os consumidores. Sabe o que eu não entendo? Por que diabos uma produtora brasileira que tem dinheiro o bastante pra fazer uma animação não investe num produto original? A empresa processada se defendeu com o discurso abaixo:

“Eu duvido muito que alguém confundiria nossa produção com o maravilhoso trabalho da Disney. A única coisa que tentamos fazer foi dar aos pais algo que pudesse entreter seus filhos. Nosso filme surgiu 18 meses atrás e se imaginássemos que os consumidores o confundiriam com VALENTE, teríamos mudado o título.”

 Este post fica de alerta aos consumidores e aos "produtores" desta shit ambulante. O nosso mercado nacional de animação ainda não é dos maiores,mas vem crescendo,por que não investir numa produção original e parar de nos envergonhar perante o mundo?

Um comentário:

  1. Pensar que foi isso o que a redetv começou a passar no tv kids depois... Fico até feliz que o programa não passa mais porque pelo menos não dou mais audiência para esta emissora de quinta.

    ResponderExcluir