Pular para o conteúdo principal

Juninho Play,Personagem de Samantha Schmütz,Virará Desenho Com Temática da Copa

 

 Que Samantha Schmütz saiu do "Zorra Total" para fazer humor todos sabemos,mas e que o seu personagem mais famoso,Juninho Play,estará de volta no canal a cabo Multishow,isso é novidade.
 Samantha retornará com seu personagem de maior sucesso no semanal "Zorra Total" (este perdeu a graça por repetitividade),mas desta vez ele estrelá-rá o seu próprio programa no Multishow. A grande novidade é que o programa será um desenho animado,dublado por Samantha e produzido pelo Valu Animation Studios.

 O tema dos cinco episodios já confirmados será a Copa do Mundo Fifa. A previsão de estreia seria no mês passado,mas por motivos desconhecidos a produção teve exibição adiada.

 Espero que tenham curtido o post,agora é esperar. Tomara que a produção não tenha cara de Zorra Total,mas sim cara de Multishow,que vem produzindo boas series cômicas.

 Ah! Samantha é presença confirmada também numa das atrações mais vistas da TV paga,"Vai Que Cola",na pele de Jessica.Já Paulo Gustavo participará apenas de 20 dos 40 episódios,alegando problemas de agenda. Novas participações confirmadas são as de  Tatá WerneckFábio PorchatJúlia Rabello e Marcelo Médici.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop, a Verdadeira História

Apesar de não estar no ar em nenhuma animação no momento, Betty Boop é certamente uma das personagens de cartoon mais populares do mundo. Ela está por toda a parte, canetas, camisetas de times de futebol e até tatuagens de senhoras de meia idade. Mas qual a sua origem?

Inês, um retrato do Brasil

Em 2012, outro vídeo viralizava na internet. O que parecia ser só mais um meme passageiro trouxe a público uma personalidade pitoresca do país, que acabou por despertar simpatia em milhões de pessoas. Este alguém em questão é Inês Tânia Lima da Silva, mais conhecida pelo nome artístico de Inês Brasil, que, com um vídeo de inscrição para um popular reality show , viu nascer o sonho de uma carreira musical que a tirou da prostituição.

Julie e os Fantasmas: Analisando as diferenças entre a série da Netflix e a original brasileira

  A série gringa da Netflix inspirada na original brasileira "Julie e os Fantasmas" estreou no último dia nove e, como acompanhei a exibição da trama da Band, decidi dar uma conferida nos primeiros episódios da nova versão, a fim de ver se a obra tupiniquim estava sendo bem adaptada e analisar as diferenças. A criação de Fabio Danesi, Paula Knudsen e Tiago Mello narrava a história de Julie, uma adolescente apaixonada por música e que não tinha coragem de se apresentar em público. O chamado para a aventura vem quando ela, seu pai e irmão se mudam para uma casa velha, onde encontra um antigo estúdio e coloca um LP para tocar. Assim, libertando os músicos mortos: Daniel, Félix e Martin. Juntos, eles realizam seus sonhos musicais. Em "Julie and the Phantoms", da Netflix, a ausência da mãe da protagonista permanece, mas agora por motivo de falecimento e a menina não muda de casa, apenas passa a explorar mais o antigo estúdio da mãe e liberta os fantasmas tocando