Pular para o conteúdo principal

Entrevista Exclusiva com Gigi Anhelli,Eterna Apresentadora do "Bambalalão"

Após 40 anos, saiba por onde andam as apresentadoras do Bambalalão ...A entrevista de hoje é um flashback pra quem foi criança dos anos setenta aos noventa,e a todos os outros que viveram a época,já que o programa conquistava todo o publico. De que programa estou falando? "Bambalalão". Mais um sucesso da TV Cultura. O programa mexia com o imaginário da criança e tinha como maior destaque Gigi Anhelli,a bela e talentosa apresentadora que é lembrada com carinho até hoje. Nem preciso mais dizer com quem converso hoje,não é? A Gigi nos contará sobre o passado,o presente e os planos pro futuro. Confira (GA - Gigi Anhelli ; K - Kauan):


K - Como embarcou no projeto do "Bambalalão"? Você esperou o sucesso que faria junto ao publico?GA - Fui convidada pra apresentar o Bambalalão pelo Professor Madri, que na época era o diretor de programação da TV Cultura . Sinceramente, não imaginava que tomaria as proporções que tomou.

K - O que você acha dos programas infantis da atualidade?
GA - Não acompanho todos. Tem algumas coisas interessantes, mas, de um modo geral, acho que são “frios”. Não criam um “laço” com o público.




K - Você iniciou como estagiária na TV Cultura, como houve a transição para apresentadora?

GA - Ainda na época em que fazia estágio, comecei a apresentar o “SOM, FORMA E MOVIMENTO”, um programa de vanguarda, de arte, produzido e dirigido por Luis Simões de Carvalho. Foi uma experiência fantástica. Depois do Som, Forma e Movimento, produzi e dirigi duas séries pra Radio Cultura e em 77 fui convidada pelo professor Madri pra apresentar um programa infantil que estava começando, o Bambalalão.....

K - Atualmente,você continua trabalhando com o publico infantil,com peças e contação de histórias,fale-nos um pouco sobre seus novos projetos.
GA - Tenho vários espetáculos voltados para as crianças, como “ O Livro Nosso de Cada Dia” , “ Maravilhas de Grimm”, “Baú de Pirtatas” , “Emília, Boneca Sapeca Levada da Breca”, “Olha o Cascudo”, “Brincando de Bambalalão”, “Lendas da Água”, “Karingana Ua Karingana -Lendas Africanas”, “ Verdherança”, “Pindorama, a Magia das Ávores”.....e outros.... Em todos eles, conto com a parceria do músico Doctor Xyss, que ,além de músico, é ator e animador de bonecos.  No Brincando de Bambalalão atua também o palhaço Perereca. Costumo apresentá-los em unidades do SESC Rio e São Paulo e em eventos das Secretarias de Cultura e Educação de várias cidades. Além dos espetáculos fiz muitas coisas como CDs de histórias, e em 2011 lancei mais um livrinho, o “Laboratório das Flores”, com ilustrações de Augusto Minighitti.


K - Há intenção de voltar a fazer TV? 
GA - Por que não? Se aparecer um bom convite retorno com prazer, afinal, me licenciei em RADIO E TELEVISÃO, pela ECA. Foi a profissão que escolhi...(risos).


 Quero agradecer muito à Gigi,que foi super carinhosa e recebeu nossas perguntas super bem. Todos aqui desejamos muito mais sucesso à esta grande artista que participou da infância de tanta gente. Fiquem com Deus!

Comentários

  1. Marcou minha infância S2

    ResponderExcluir
  2. Muito Legal!!!! Esse ai da foto, no colo da Gigi sou eu!....rs......mutio legal!!......eu gostaria que vcs do Conexão Mista entrassem em contato comigo, pode ser inbox no Facebook, que é Cleber Legname, para falarmos sobre a foto, Obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Tenho uma otima foto com a Gigi Também,ela era muito carinhosa

    ResponderExcluir
  4. Amava Gigi.. tic tAC e toda turma do bambalalao. ...saudades eternas.

    ResponderExcluir
  5. Amava Gigi.. tic tAC e toda turma do bambalalao. ...saudades eternas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop, a Verdadeira História

Apesar de não estar no ar em nenhuma animação no momento, Betty Boop é certamente uma das personagens de cartoon mais populares do mundo. Ela está por toda a parte, canetas, camisetas de times de futebol e até tatuagens de senhoras de meia idade. Mas qual a sua origem?

De Irmã de Kennedy a Ator de Hollywood: Vítimas Famosas da Lobotomia

Você tem depressão, alguma fobia ou questão psicológica? E se o seu médico receitasse a retirada de uma parte do seu cérebro como tratamento? Pode parecer bizarro, mas esta era uma prática comum no começo do século XX, chamada de Lobotomia. A intervenção cirúrgica desenvolvida pelo médico português António Egas Muniz perdeu popularidade por transformar os pacientes em verdadeiros vegetais quando não os levava à morte. À seguir, tratamos sobre algumas figuras conhecidas que foram vitimas do procedimento.

Karen Soarele, Nova Autora Parceira do Blog

Sabendo que sou um grande fã de literatura fantástica (especialmente quando são nacionais), dá para imaginar o quão imensa é a minha alegria em anunciar que a mais nova autora parceira do blog é a Karen Soarele, que une seus talentos de escrita e ilustração em suas obras.