Pular para o conteúdo principal

Resenha: "Odeio Natal",de Tiza Lobo!



 Hoje venho falar dum livro que talvez você não conheça,mas que tem humor,emoção,tudo na dose certa para um bom livro. O livro é da autora Tiza Lobo,que colaborou para o livro "O Diário de Tati",o filme de mesmo nome e o programa "Sob Nova Direção". O livro tem até um depoimento da própria Heloisa Perissé.

 É a história de uma mulher que nasceu no dia do natal (não tem como competir com o menino Jesus),a mãe fugiu com o melhor amigo de seu pai (às vésperas de seu aniversário...e vestida de Mamãe Noel),perto dum Natal ela começou a fumar... Resumindo : Ela tem tudo pra odiar o natal,e odeia com todas as suas forças. Se casou três vezes,tem três filhos,vive apertada de grana e em dilemas consigo mesma.

 Não me arrependi de ler "Odeio Natal",mesmo depois de ler tantas criticas,é uma especie de comedia dramatica das mais divertidas. Há uma piada final que ,devo admitir,não entendi muito bem,mas o decorrer me compensou. Até mais,Conectados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop, a Verdadeira História

Apesar de não estar no ar em nenhuma animação no momento, Betty Boop é certamente uma das personagens de cartoon mais populares do mundo. Ela está por toda a parte, canetas, camisetas de times de futebol e até tatuagens de senhoras de meia idade. Mas qual a sua origem?

Inês, um retrato do Brasil

Em 2012, outro vídeo viralizava na internet. O que parecia ser só mais um meme passageiro trouxe a público uma personalidade pitoresca do país, que acabou por despertar simpatia em milhões de pessoas. Este alguém em questão é Inês Tânia Lima da Silva, mais conhecida pelo nome artístico de Inês Brasil, que, com um vídeo de inscrição para um popular reality show, viu nascer o sonho de uma carreira musical que a tirou da prostituição.

De Irmã de Kennedy a Ator de Hollywood: Vítimas Famosas da Lobotomia

Você tem depressão, alguma fobia ou questão psicológica? E se o seu médico receitasse a retirada de uma parte do seu cérebro como tratamento? Pode parecer bizarro, mas esta era uma prática comum no começo do século XX, chamada de Lobotomia. A intervenção cirúrgica desenvolvida pelo médico português António Egas Muniz perdeu popularidade por transformar os pacientes em verdadeiros vegetais quando não os levava à morte. À seguir, tratamos sobre algumas figuras conhecidas que foram vitimas do procedimento.