09 fevereiro 2014

Entrevista Com a Atriz Stella Brajterman


 Chegamos ao nosso post número 800! E o post de comemoração teria que ser especial,certo? Pois! Hoje temos uma entrevista exclusiva com a atriz Stella Brajterman. Ela falou sobre seu primeiro longa metragem,"O Diário de Tati" (baseado no livro de mesmo nome,da Heloisa Perissé),seus objetivos,além de contar novidades sobre sua carreira. Confere (K- Kauan  S - Stella):


K - Quando percebeu que ser atriz era o que queria e como começou?
S - Comecei a fazer teatro aos 6 anos, na escola onde estudava. Aos 12 anos comecei um curso livre no Teatro Glaucio Gill (em copacabana) e foi lá que me dei conta que era toda aquela adrenalina do teatro, aquele encontro de nós atores com a platéia, que eu queria para o resto da vida. A força da presença do Teatro me encantou. 



K - O que participar do filme " O diário de Tati" significou para você? 
S - O Diário de Tati foi o meu primeiro longa metragem (já tinha feito curtas também) por isso foi muito bom porque comecei a entender o dia a dia do Cinema (que é bem diferente do teatro) o lugar do ator no cinema, e como essa grande máquina funciona. O cinema é bem mágico e ao mesmo tempo muito técnico. 



K - Como foi contracenar com a grande Heloisa Perisse? 
S - Foi um aprendizado para mim. A Heloisa Perisse realmente é grande, uma talentosa atriz com um timing de comédia incrível. Foi bem divertido mesmo, a gente deu boas risadas! 


K - Você foi uma adolescente meio Tati? 
S - Acho que um pouquinho todo mundo foi, rs. Mas eu era mais "boa aluna", menos rebelde. Mas sempre tinha umas paixões platônicas, que nem ela. 



K - Há semelhanças entre você e a Ro?
S - Em certas horas sim. Sou bem tímida dependendo da situação. A Ro é suuuuper tímida, mas sempre disposta a estar com as amigas e a defendê-las. Por mais difícil que seja para ela se expressar (por causa da gagueira) ela é comunicativa e amorosa com os amigos. 



K - Qual seu maior sonho e objetivo hoje?
S - Continuar vivendo da minha profissão, fazendo projetos no teatro, no cinema e na tv, que sejam de qualidade, e produzidos com Amor e troca. Na Arte não se faz nada sem Amor, entrega e troca. E verdade.



K - Quem são seus herois e suas influencias? 
S - Muita gente e muita coisa!O mundo todo aí fora me inspira.. mas se for para citar nomes: Pina Bausch (coreógrafa alemã) do teatro-dança, George Mélies (cineasta e ilusionista francês) , Bach (compositor), minha familia, meus amigos criativos e criadores. 


K - Quando poderemos te ver atuando de novo? 
S  - Estou em cartaz com o lindo espetáculo "Nós de Borboletas" dirigido por Emilio de Mello e Cristina Moura, no Oi Futuro Ipanema. Mas acho que vem outras coisas bem legais por ai!


Quero agradecer à Stella,muitíssimo,que foi super simpática. Espero vê-la bastante no teatro, nas telinhas e nas telonas brevemente. Espero que tenham curtido a entrevista,eu amei ,fiquem com Deus e muito sucesso pra Stella!

Nenhum comentário:

Postar um comentário