Pular para o conteúdo principal

Entrevista com a atriz Gabriela Fernandes, a Fabi do "Crises Inúteis"!


Aqui é o Kauan, e eu finalmente retornei com mais uma entrevista. Desta vez, com a Gabriela Fernandes, que interpreta a Fabiana na websérie "Crises Inúteis de um Relacionamento Qualquer", do canal A Gente Faz Séries.

K - Como é contracenar com o elenco do "Crises inúteis" ?
G - São todos uns queridos, nos divertimos muito...quando todo mundo se junta não tem como não cair na gargalhada (risos).

K - Você já falou que se inspirou em "Os Normais" para criar a Fabi, mas quais são as suas séries prediletas?

G - Então, eu sou apaixonada por "Os Normais", adoro "Friends" e "Two and a half men", o "Charlie" também tem seu charme (risos).

K - Como é ser vista por tanta gente, poder mostrar o seu trabalho?
G - É uma honra, adoro poder mostrar o que eu amo fazer, adoro o carinho do publico, mas confesso que fico meio nervosa (risos) são muitas criticas, e também muita responsa!!

K - Você tem muitos fãs, mas de quem você é fã?
G - Ah muito obrigada hihihi sou mega fã da Fernanda Torres, e adoro Selton Mello!

K - Qual seu maior objetivo hoje?
G - Meu maior objetivo hoje é conseguir conciliar tudo: vida de atriz, vida de modelo e ainda faculdade!! E , logico, fazer tudo bem feitinho!!

K - Além do que já vimos,o que podemos esperar dos próximos episódios de "Crises inúteis"?
G - hmmmm... surpresa!

K - Há semelhanças entre você e a Fabiana?
G - Espero que não. Bom, eu aprendi a ser mais elétrica com a Fabi, mas acho que por enquanto é só isso (risos). Meu amado,obrigada pelo carinho . Foi um prazer te responder, mil beijos!!

Gostaria muito de agradecer à Gabi pela atenção e por me proporcionar boas risadas, além de desejar-lhe muito sucesso e que seus objetivos sejam alcançados. Não deixe de conferir todo o conteúdo do A Gente Faz Séries, que surpreende por produzir unicamente para a internet e possuir tanta qualidade.

Comentários

  1. Só acho que as emissoras de TV estão perdendo tempo, por que não chamam logo o pessoal do ''A Gente Faz Séries''? Eles são demais !

    ResponderExcluir
  2. Acho q não precisa ir pra tv, a série online tá mt boa. Oq aconteceria na tv, na minha opinião, seria menos liberdade pros atores e pro diretor. Tá ótima no youtube parabéns pro elenco GOSTO MUITO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo,mas eles ganhariam mais e conseguiriam atingir novos orizontes,teriam participações legais,a Mel entrevistaria gente famosa(eu a amo entrevistando o povo do canal,mas daria tudo pra ve-la com a Anitta...) Mas no Multishow,os outros canais destruiriam eles

      Excluir
  3. Gabriela fernandes um maximo atriz maraaa

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Betty Boop, a Verdadeira História

Apesar de não estar no ar em nenhuma animação no momento, Betty Boop é certamente uma das personagens de cartoon mais populares do mundo. Ela está por toda a parte, canetas, camisetas de times de futebol e até tatuagens de senhoras de meia idade. Mas qual a sua origem?

Inês, um retrato do Brasil

Em 2012, outro vídeo viralizava na internet. O que parecia ser só mais um meme passageiro trouxe a público uma personalidade pitoresca do país, que acabou por despertar simpatia em milhões de pessoas. Este alguém em questão é Inês Tânia Lima da Silva, mais conhecida pelo nome artístico de Inês Brasil, que, com um vídeo de inscrição para um popular reality show, viu nascer o sonho de uma carreira musical que a tirou da prostituição.

De Irmã de Kennedy a Ator de Hollywood: Vítimas Famosas da Lobotomia

Você tem depressão, alguma fobia ou questão psicológica? E se o seu médico receitasse a retirada de uma parte do seu cérebro como tratamento? Pode parecer bizarro, mas esta era uma prática comum no começo do século XX, chamada de Lobotomia. A intervenção cirúrgica desenvolvida pelo médico português António Egas Muniz perdeu popularidade por transformar os pacientes em verdadeiros vegetais quando não os levava à morte. À seguir, tratamos sobre algumas figuras conhecidas que foram vitimas do procedimento.